Sustentando a Espora

Xiru Missioneiro

Se trago a terra vermelha por entre a sola das bota
É por que venho da grota lá do meu chão colorado
Me fiz teatino no lombo de algum pavei
No aço das nazarenas forgei meu próprio destino
Foi um mestre nas esquila era um velo atrás do outro
Nalguma pega de potro tive que almeter sistência
Tropa morruda pula piei touro do mato
Trago na estampa o retrato da missioneira querência

Chega setembro na semana farroupilha
Eu pego o melhor da encilha pingo em forma de moldura
Pois pacholento vou desfilar de manhã
Com o amigo josé zorzan lá da estância ferradura

Dia vinte de setembro lá na estância tem festança
E a indiada guapa balança num vanerão topetudo
Dom josé zorzan esse amigo véio e parceiro
Um torena missioneiro gaúcho acima de tudo
Tem cordeona e tem churrasco começa de manhã cedo
Tem rodeio pro piazero já logo ir gineteando
E no galpão o surungo corre frouxo
É alganzarra e alvoroço é indiada que tão dançando

Chega setembro na semana farroupilha
Eu pego o melhor da encilha pingo em forma de moldura
Pois pacholento vou desfilar de manhã
Com o amigo josé zorzan lá da estância ferradura

(um chasque pra dom zorzan, e um abraço do xirú missioneiro
Pra toda indiada da estância ferradura)

0 comentarios
Terra Canción feedback