Pelo Duro Maledeto

Xiru Missioneiro

(a todo esse querido povo italiano do meu brasil verde-amarelo
Aos nono, as nona, aos bambino, um abração do xirú missioneiro
E a nossa homenagem)

Com defeitos e virtudes como todo ser humano
Fui crescendo e aprendendo com um casal de italiano
Me deram bóia e serviço e uma bombacha por ano
Virava cerros carpindo enfrentando sol e geada
Dê- le polenta e fortaia depois o cabo da enxada
Só me levavam na missa porque não pagava nada

Viva, viva o radime, gracias pelo bom vinho
Ou belisco uma polenta será que sobra um pouquinho
Vá lá, vá lá, vá lá, vá lá pedinchon é claro que chim
Reza pra dio que sobra um pouquinho
Mas só depois que eu servo pra mim
Bona gente, bona gente, muita paz e fraternidad
Bona gente, bona gente, muito amor e felicidade

Na festança da paróquia era um padréco maluco
No sermão xingou as velhas, chamou os velho de xucro
E disse que gringo em festa, fala muito e não dá lucro
Essa cultura italiana contribuiu c'oa sociedade
O que é deles é só deles dos outros querem a metade
Mas son tuti bona gente amigos barbaridade


Viva, viva o radime, gracias pelo bom vinho
Ou belisco uma polenta será que sobra um pouquinho
Vá lá, vá lá, vá lá, vá lá pedinchon é claro que chim
Reza pra dio que sobra um pouquinho
Mas só depois que eu servo pra mim
Bona gente, bona gente, muita paz e fraternidad
Bona gente, bona gente muito amor e felicidade

Terra Música
feedback