Forrobodó

Xiru Missioneiro

(taí o forrobodó, bamo dançá bem remixidinho agora)

É no embalo da cordeona que a moçada se emociona
Paga caro pra vê
Com bombacho entreverado com a prenda acolherado
Na paixão do festerão
E no vai e vem do fole pega fogo o bole-bole, xote e vanerão
Lua clara céu azul é o brasil grande do sul num entrevero de galpão (2x)

Dê-le, dê-le a noite inteira prende fogo a brincadeira, sua mocotó
A gente se mistura agarradinho na cintura nesse forrobodó(2x)
Agarradinho sim, agarradinho sim, agarradinho sim

(humm, mas tá gostoso esse remelexo, o veínho tá gostando desse jogo de cintura)

Alganzarra de moleque, bate-coxa, arrasta pé, chincho bruto cola atada
Bamo lá bateno pano que assim nesse mano-a-mano a gente vira a madrugada
É assim que se festeja quando a gaita sacoleja remelexo que dá dó
Pois a gente gasta as ficha toda vez que se encambicha nesse forrobodó

Dê-le, dê-le a noite inteira prende fogo brincadeira, sua mocotó
A gente se mistura agarradinho na cintura desse forrobodó (2x)
Agarradinho sim, agarradinho sim, agarradinho sim

(é do sul ao nordeste, misturam um compasso só,
Gaúcho e cabra-da-peste nesse forrobodó)

Dê-le, dê-le a noite inteira prende fogo brincadeira, sua mocotó
A gente se mistura agarradinho na cintura desse forrobodó (2x)
Agarradinho sim, agarradinho sim, agarradinho sim
Agarradinho sim, agarradinho sim, agarradinho sim

Terra Música feedback