Pout-Porri Anjo Loiro/Dois de Setembro/Meu Goiás

Guilherme & Santiago

reproducciones 107

Na casa onde ela mora,
Na tábua do seu portão
Desenhei o nosso nome
Dentro de um coração
Declarei meus sentimentos
E quem passar por alí
Vai saber quem é o dono de um amor que mora alí

É um anjo loiro
Dos cabelos cacheados
Um metro e setenta e cinco
Meu pedaço de pecado
É uma paixão que rasga o peito pelo avesso
Trinta e cindo de cintura
Cem por cento que eu conheço

Ahh esse amor me mata
A saudade dói,solidão corroi
E a paixão maltrada

Ahh entrou no meu peito
Feio passarinho,fez o seu ninho
E não tem mais jeito

Troquei o amor dessa moça
Por meia-dúzia de bois
Minha paixão foi embora
Mas a saudade não foi
A boiada foi crescendo
E o pasto ficando pouco
Toda vez que eu me lembro
Daquele dois de setembro
Me arrependo e fico louco

Hoje tenho uma boiada
E um coração partido
Na vida sou milionário
Mas no amor,eu sou falido
O boi sabe que meu pranto
Pula feito cachoeira
Toda vez que eu me lembro
Daquele dois de setembro
Eu meto o pé na porteira

Aaii sozinho na cama e o boi no pasto
O vento bateu e apagou seu lastro
Deixando o gosto do último beijo!
Aaii eu passei da conta,além da medida
Eu troquei o sonho da minha vida
Um milhão de bois não vale um desejo!

Viajando pelo Brasil,
Fui rever o meu Goiás,
Deparei com as riquezas e as belezas naturais
Na cidade de Goiânia lugar onde me criei
Aquela terra querida nunca mais esquecerei
Boiatuba,Caldas Novas,Rio Verde e Catanão
Eu me vendo aqui distante
Como dói meu coração
É uma pena que eu não possa
Falar de todos os estados,e das cidades brasileiras
Por onde tenho passado,a saudade aluscinante
Não quer me deixar em paz
Pois alguém que eu amo tanto
Está morando em Goiás!

Goiás,Goiás,estou distante mas a saudade dói demais!
Goiás,Goiás,terra de artistas, por ti me orgulho cada vez mais!(2x)

Terra Música feedback