Cambalhotas

Alceu Valença

reproducciones 42

O meu verso dá pulo e cambalhotas
Quando te vê
Porque você é meu único e definitivo
Poema
Daí meus dedos
Batucarem ritmos
Escrevendo teu nome,
Tatuando teu
Peito
Pra marcar em ti
Minha presença

E depois de acrobata
O meu verso vira mágico
E eu vou tirar
Da cartola sete notas
Musicais
E tem mais
Passarinho do dia
Como canário
Passarinho da noite
Como bacurau
E caminharemos pela rua do Amparo
Sob a Lua de São Jorge
Nos protegendo do mal

O meu verso...
...protegendo do mal

E depois de acrobata...

Terra Música feedback