Letras de músicas - Letras.com

Capital do Tempo

Mart'nália

Bastante italiano, sírio e japonês
Além do africano, índio e português
Tudo isso ao alho e olho, temperada a raça
Se tivesse petróleo, então nem tinha graça

Na capital do tempo, tempo é ouro e hora
Quem vive de espera é juros de mora
Não tem mais nem menos
Ou é sim ou não
No máximo se espera pela condução

Nas retas da Rio - São Paulo chegando, chegando eu vim
E vi o mundo aumentando, Brasil passando por mim
Paulista é quem vem e fica plantando família e chão
Fazendo a terra mais rica
Dinheiro e calo na mão

Bastante italiano, sírio e japonês
Além do africano, índio e português
Tudo isso ao alho e olho, temperada a raça
Se tivesse petróleo, então nem tinha graça

Na capital do tempo, tempo é ouro e hora
Quem vive de espera é juros de mora
Não tem mais nem menos
Ou é sim ou não
No máximo se espera pela condução

Nas retas da Rio - São Paulo chegando, chegando eu vim
E vi o mundo aumentando, Brasil passando por mim
Paulista é quem vem e fica plantando família e chão
Fazendo a terra mais rica
Dinheiro e calo na mão

Composición: Billy Blanco · Esse não é o compositor? Nos avise.
Enviada por Diego
34 exibições
Ver mais fotos
Músicas
Top canciones
Ouvindo agora ouvintes online
    Artistas
    Estilos Musicais
    Destaques
    Últimos destaques
    Mais