Letras de canciones - Letras.com

Meus Amigos Fazem Rima

ConeCrewDiretoria

Falei Inglês, Português, fico igual um Japonês
Quando eu fumo um bagulho bom de vez
Aperto o skunk Holandês com haxixe Paquistanês
Me disseram que doRgrado pareço com Irlandês
Mas quando eu to barbudo, me disseram Muçulmano
De dread, sou um mendigo
Sem ele, sou um bandido
O careca, ex presidiário
Otário, nem tô ligando
Então vê se eu tô me importando no que você tá falando
Os pela tão me julgando e suas mina me procurando
To amando esse momento do tempo que tô passando
Só amo minha ex mulher
Sou Tcer, Jamaicano, Brasileiro, Insano
Dono do Cartel Colombiano
Muçulmano Bomba
Pronto, nas missão tô no comando
Mexicano boladão que invadiu o campo americano
Sou o mano Samurai da tribo dos Haxixe
Sou Jedi com a mochila do Paraguai, neguim
Sou um Samurai Chinês
Da Yakuza, sou Japonês
Comandante e combatente do asfalto pequetês
Fecho com a FARC
Mas contra a DENARC
Com a Excalibur de Artur e a espada de Joana D'arc
Marque sempre o ponto do seu ataque
Eu desço Silent Hill
Alone In The Dark
Se for meu inimigo, me encontra lá no parque
Eu nasci pra isso e to pronto pra outro combate

Já deu merda no Aeroporto, várias horas no saguão
Cone Crew Diretoria não entra mais no avião
Mas é sempre o mesmo estresse
Cert nem tem CPF
Depois da "Chama os Mulekes", federal me pede:
Cap, bonezin, snapback...
Com a mochila cheia back
Rimando no bomb camp
Papatinho domina as track
Quero mais é turbulência e vê quem treme lá em cima
Quando geral tá com medo, meus amigos fazem rima

(Maomé)
Respiro em um segundo e atitude vem à tona
Me sinto corredor disputando uma maratona, ó
Me sinto igual Pelé indo pra cima do Maradona
Me sinto um cão tarado dando um lance na Madona
Shrek quer Fiona, Maomé quer Dipirona
Semente, terra fértil, demônio, festa na zona
O chefe se emociona, o funcionário tá ralando
O mundo se acaba e o governo tá me julgando
Meu Clã segue fumando, enchendo a cara e se explanando
Meu nome é Cone Crew Diretoria no comando
Bonde da Madrugada é a máfia do contrabando
Meu nome é Maomé e na minha vida eu mesmo mando
Invado seu QG com meia dúzia no meu bando
Meu brother Rany Money é igual a um exército marchando
Meu filho, Mc Cert, é igual a um pai me educando
Apanho pra jamais ver o papatinho apanhando
Ó, o bonde tem Ari
O bonde tem Batora
O bonde dá bongada, fuma, fino e fuma a tóra
Aí, sou Cone Crew pois a Cone me fez viver
Sou Cone e vou ser Cone até o dia que eu morrer

Então mané, não adianta tu vir testar minha fé
Porque não tenho tempo pra ninguém
Mas eu não tenho tempo pra ninguém
Mas eu não tenho tempo pra ninguém
Mas eu não tenho tempo pra ninguém
Porque eu não tenho tempo pra ninguém

Composición: Cert / Batoré / Maomé · Ese no és el compositor? Avisenos.
Añadido por Emily
24 reproducciones
Ver más fotos
Canciones
Top canciones
Escuchando ahora oyentes
    Artistas
    Estilos Musicales
    Destacados
    Destacados Más Recientes
    Más